Nas primeiras atividades de pré-temporada, camisa 10 vem tendo a companhia de três atacantes que esbanjam velocidade

REDAÇÃO FUTEBOL GONÇALENSE
_MG_1825
Walber aprovou os primeiros treinamentos. Foto: Gabriel Farias.

O meia Walber chegou ao Gonçalense com moral e ao que tudo indica ele deve mesmo ser o principal articular de jogadas na Série B Estadual. Durante os primeiros treinamentos, comandados pelo vice-presidente Thiago Thomaz e pelo auxiliar Cláudio Pinduca, ele foi o único armador da formação principal, com três atacantes mais à frente (na maior parte das vezes, Waguinho, Talisson e Gilbertinho). A organização agrada a Walber, que garante ficar mais fácil de impor seu estilo.

— Facilita, até porque os jogadores da ponta são muito rápidos. Quando pego na bola de frente sempre tem alguém fazendo o facão e fica fácil de achar. Além disso tem o Talisson também, que faz muito bem o pivô — analisou.

Apesar de estar soberano no meio de campo, Walber sabe que o Tricolor ainda busca mais peças para montar seu elenco. O próprio jogador admite que essa é uma necessidade e abre as portas para as caras novas que juntarem ao longo da pré-temporada.

— O trabalho tem pouco tempo, mas está sendo bem produtivo. Tem muita coisa para acontecer e acredito que devem chegar novos jogadores para somar. Vamos continuar trabalhando forte para alcançar bom nível físico e entrar bem na competição — completou.

A estreia do Gonçalense na Série B será em 5 de março, contra o Americano, em local a definir.